Suspeita de furto volta ao local do crime e é presa em Mogi - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete

           DESTAQUE

Suspeita de furto volta ao local do crime e é presa em Mogi

DESTAQUE, Policia

Mulher foi filmada por câmera do estabelecimento. (Foto: Divulgação)

Mulher foi filmada por câmera do estabelecimento. (Foto: Divulgação)

LAÉRCIO RIBEIRO
Ao retornar, ontem de manhã ao local do crime: Restaurante Mestre Cuca, na Rua Barão de Jaceguai, 154, no Centro de Mogi das Cruzes, onde na véspera havia praticado um furto na área restrita a funcionários, Jaiane da Silva Vieira, de 28 anos, não esperava ser reconhecida e surpreendida por funcionários do estabelecimento. Ela foi escoltada à Polícia Militar até o Distrito Central, onde o delegado José Carlos dos Santos Alvarenga e a sua equipe com os policiais Jane e Adilson, a indiciaram em inquérito por furto. O investigador chefe Luiz Roberto Bourg de Melo vai verificar a participação de Jaiane em outros furtos no comércio mogiano.

Por esse motivo, a Polícia Civil pede que quem reconhecer a ladra Jaiane da Silva pela fotografia publicada nesta edição do jornal O Diário deve procurar o Setor de Investigações, do Distrito Central, para ser aberto outro inquérito em desfavor dela.

A vítima da ação de Jaiane, no começo da tarde desta segunda-feira, foi Maria Aparecida da Rocha Santos, de 53 anos, funcionária do restaurante. Ela furtou de Maria a bolsa com R$ 25,00, vale transporte e relógio. A cena do crime ficou gravada por câmeras do circuito interno do restaurante.

A mulher já havia cometido outros furtos no local contra os empregados, causando clima constrangedor. Ela simulava ser cliente, ia ao banheiro e aproveitava a oportunidade de entrar na sala exclusiva dos empregados. Jaiane vai responder pelo crime em liberdade, pois escapou do flagrante ao ser capturada um dia após o furto no comércio.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone