Sua arte leva inspiração aos lares - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIRCUITO

Sua arte leva inspiração aos lares

Circuito

Soraia Lopes ensina tudo sobre mesa posta e explica que a tarefa demonstra carinho e amor pela família e amigos. (Foto: Eisner Soares)

Soraia Lopes ensina tudo sobre mesa posta e explica que a tarefa demonstra carinho e amor pela família e amigos. (Foto: Eisner Soares)

O trabalho desempenhado atualmente pela mogiana Soraia Lopes nunca foi uma hipótese para ela. Pelo menos não de maneira profissional. Ela conta que há tempos gosta do conceito de mesa posta e, desde então, sempre fez questão de levar isto para as refeições em sua casa. Soraia acredita que estar com a mesa arrumada e preparada não só para os familiares, mas também para os amigos, é uma maneira de demonstrar carinho e amor. Pensando nisso, decidiu que colocaria suas fotos na internet para levar inspiração ao público e, assim, surgiu a sua empresa, a Mesa e Requinte, que conta hoje com aproximadamente nove mil seguidores no Instagram.

Fazendo sucesso na rede, a mogiana começou a ser procurada por pessoas não só de Mogi das Cruzes, mas também da Capital e de outros estados, como Rio de Janeiro e Minas Gerais. Viu aí uma oportunidade de poder prestar seus serviços à quem queria aprender ou promover encontros com a mesa feita. Agora os serviços oferecidos por ela são diversos. Ela aluga suas peças para os clientes que querem reunir amigos, ensina tudo sobre a mesa posta, cria lista de presentes de casamentos para os casais que têm interesse em ter suas próprias peças e muito mais.

Assim que criou a rede social, Soraia se propôs um desafio. Criar o maior número possível de composições sem comprar nada novo, apenas com as peças que já tinha. Ela conseguiu formar 283 decorações diferentes. E garante: não possui tantas peças como todos imaginam. Prova disto, é que só consegue realizar eventos para poucas pessoas e não organiza grandes festas. A mogiana ensina que o ideal é comprar corretamente, de uma forma que tudo converse entre si, possibilitando um grande número de composições.

Vendo o número de clientes crescer, Soraia foi em busca de especializações. Também no ano passado, estudou Etiqueta Social e Etiqueta À Mesa, no Senac. Mas o aprendizado ainda aconteceu na prática. Isso porque ela chegou a trabalhar durante 20 anos como secretária e sempre ficava responsável por organizar as reuniões e confraternizações dos diretores. Aprendeu, então, muito do que sabe e começou a fazer em casa. Agora, ela conta que arruma a mesa até mesmo quando é para tomar café e comer um pão na chapa ao acordar.

Soraia faz um trabalho diferenciado para cada faixa etária. Com as crianças – que ainda gostam de brincar de casinha – ela tenta ensinar a etiqueta à mesa fazendo dinâmicas. De uma maneira mais descontraída, para que elas não percebam que aquilo é, na verdade, uma “aula”. Já para os adolescentes, busca ensinar como eles podem ser mais gentis, educados e colaborativos. Para os casais, ela passa um pouco da experiência própria. Na casa da mogiana, enquanto ela põe a mesa, quem cozinha é o marido. Ela diz que essa é uma maneira de o casal estar em sintonia e, por isso, leva isso aos seus clientes.

Integrando agora o Squadra Digital – que reúne os Digital Influencers da região do Alto Tietê – Soraia tem planos de estar ainda mais ligada à internet. Nos próximos meses ela deve lançar a loja virtual da Mesa e Requinte, que não se resume a um comércio de decoração, mas sim a uma loja especializada exclusivamente em artigos de mesa posta. (Larissa Rodrigues especial para O Diário)

Curto-Circuito
Viver em Mogi é… Viver em uma cidade grande sem perder o ar interiorano

O melhor da Cidade é… A localização



E o pior? O clima, com certeza!

Sinto saudade das… Aulas de Educação Moral e Cívica…

Encontro paz de espírito… Quando fico em silêncio.

Pra ver e ser visto… Adoro frequentar os cafés da cidade, sempre encontro alguém conhecido.

Meu prato preferido são… Os risotos do meu marido, ele é especialista e faz no ponto de cozimento perfeito para o meu paladar.

Livro de cabeceira… No momento, “Porque fazemos o que fazemos”, do Cortella. Acredito que ler sobre ética me torna uma pessoa melhor…

Peça campeã de uso do meu guarda-roupa? Jeans e camisa branca.

O que não tem preço? A minha família.

Uma boa pedida é… Um bom vinho para celebrar!



É proibido… Não acreditar no poder de Deus.

A melhor festa é… Aquela que é organizada por amor.

Convite irrecusável… Um jantar.

O que tem 1001 utilidades? O aparelho celular

Meu sonho de consumo é… Viajar para o resto da vida ao lado do meu marido.

Qual foi o melhor espetáculo da minha vida? A primeira apresentação de balé da minha filha.

Cartão-postal da Cidade… A vista de Mogi quando estamos descendo a serra.

O que falta na Cidade? Uma escola com sistema Mackenzie de ensino

Qual é a química da vida? Expressar o amor

Deus me livre de… Perder as pessoas que eu amo.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone