SP vai advertir motorista que só reduz a velocidade quando passa por radar

AGÊNCIA ESTADO 
A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai fiscalizar, a partir desta quarta-feira, 1º de novembro, a velocidade média em algumas vias da cidade de São Paulo. A ideia é acabar com o freia e acelera nas proximidades dos radares.

A ação lançada pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes será educativa com cartas de advertência alertando o motorista para a necessidade de respeitar os limites de velocidade das vias para a segurança no trânsito.

Os radares, programados para medir a velocidade média dos carros, estão posicionados em quatro pontos: avenidas Jacu-Pêssego, 23 de Maio, Bandeirantes e na pista expressa da Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna.

“O cálculo da velocidade média é feito por radares existentes nas vias. Assim que o motorista passar pelo primeiro aparelho, o horário e a velocidade são registrados pelo equipamento. Se o condutor alcançar o segundo radar mais rápido do que o tempo necessário para percorrer o trecho dentro da velocidade máxima permitida, o motorista será advertido, via correspondência”, explica o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sérgio Avelleda.

A Prefeitura vai mandar uma carta ao motorista que exceder a velocidade da via indicada, mas irá informar que não implicará em multa e tampouco será convertido em pontuação na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Confira os trechos onde a fiscalização será feita:

– Avenida 23 de Maio: entre os viadutos Tutóia e Pedroso, no sentido Santana (zona norte).

– Avenida dos Bandeirantes: entre a Rua Porto Martins e o numeral 2.040, junto à Praça Ângelo Falgetano, no sentido Rodovia dos Imigrantes.

– Avenida Jacu-Pêssego: entre o acesso da Rodovia Ayrton Senna até a Travessa Flor do Pêssego, no sentido Mauá.

– Marginal Tietê: na pista expressa, 200 metros antes da Ponte Freguesia do Ó até 200 metros após a Ponte Júlio de Mesquita Neto, no sentido Castello/Ayrton Senna.