Psicóloga já pensa em novo livro - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIRCUITO

Psicóloga já pensa em novo livro

Circuito

Mogiana Maria Carolina Rissoni Andery acaba de lançar “Presídio Romão Gomes”, abordando a religiosidade dos internos, que nasceu do mestrado. Agora, ela já planeja o doutorado e poderá surgir mais uma publicação

Mogiana Maria Carolina Rissoni Andery acaba de lançar “Presídio Romão Gomes”, abordando a religiosidade dos internos, que nasceu do mestrado. Agora, ela já planeja o doutorado e poderá surgir mais uma publicação

Sempre interessada pela área da psicologia, por achar importante se conhecer e poder também ter a chance de conhecer o outro, a mogiana Maria Carolina Rissoni Andery já sabia o que iria cursar na faculdade. Entretanto, no momento de prestar vestibular ela se deparou com o curso Serviços Sociais e acabou se inscrevendo. Foi assim que ela se formou em 2005 nesta graduação e três anos depois em Psicologia, ambas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC). Em 2012 defendeu seu mestrado, o qual deu origem ao livro “Presídio Romão Gomes”, lançado este ano.

Maria Carolina mora em São Paulo desde 2002, quando ingressou na universidade. Por lá, começou a trabalhar na Risan Clínica de Psicologia, onde atua há sete anos. Os atendimentos são feitos em sua maioria em adultos, mas ela também trabalha com crianças, adolescente, casais, famílias e casos de luto.
Mesmo estando na Capital, a psicóloga chegou a atuar por um ano em Mogi das Cruzes, na clínica Psicoblue.

Na Cidade, ela atendia uma vez por semana durante o ano de 2009. Já em 2010 chegou a atuar com crianças e adolescentes na associação Núcleo Espiral, também em São Paulo. No mesmo ano deu início a seu mestrado, mas foi em 2011 que as pesquisas de campo foram iniciadas.

A mogiana passou aquele ano conhecendo as instalações do Presídio Militar “Romão Gomes”, onde também teve a oportunidade de conhecer e entrevistar os internos do local. Maria Carolina pôde ainda ver de perto nove das 11 manifestações religiosas que acontecem por lá todos os dias. Todo o material foi utilizado na dissertação para a defesa de seu mestrado, que ela tinha a intenção de divulgar de alguma maneira, só não sabia que se tornaria um livro.

Em 2015, quando recebeu a proposta da publicação, Maria Carolina não teve dúvidas. Os textos já escritos foram adaptados para chegar no produto final. O lançamento do livro aconteceu,
então, em abril deste ano. Com planos para fazer ainda doutorado, a mogiana acredita que mais uma defesa pode vir a se tornar um livro, mas nada ainda concreto.

Para o futuro, Maria Carolina pensa também em voltar a trabalhar na Cidade, mas não  morar. Aqui, ela gostaria de expandir a discussão sobre o luto, que inclui não apenas a morte, mas também a perda de muitas outras coisas, como o fim de relacionamentos por exemplo.

O tema chamou a atenção da psicóloga desde a universidade e ela fez então cursos de especialização para aprender ainda mais.

Desde fevereiro ela ministra também aulas no curso de Serviços Sociais da Unifacs Ead Laureate.
Passando a maioria do seu tempo na Capital, Maria Carolina não deixa de aproveitar as oportunidades que tem para vir à Cidade matar a saudade da família e dos amigos.



Mas em seu tempo livre também gosta de passear por São Paulo. (Larissa Rodrigues – Especial para O Diário).

CURTO CIRCUITO

Estar em Mogi é…
Estar com minha família
O melhor da Cidade é…
Proximidade com São Paulo
E o pior?
O trânsito, sujeira nas ruas.
Sinto saudade da…
Minha tia e meu avô
Encontro paz de espírito…
Na praia
Pra ver e ser visto…
Encontro com os amigos e família, nenhum local específico.
Meu prato preferido é…
Strogonoff
Livro de cabeceira…
Um, nenhum, cem mil (Luigi Pirandello)
Peça campeã de uso do meu guardaroupa?
Jeans
O que não tem preço?
Estar com a família
Uma boa pedida é…
Viajar
É proibido…
Desrespeito e intolerância
A melhor festa é…
Aquela em que as pessoas estão abertas a se encontrar e divertir.
Convite irrecusável…
Praia
O que tem 1001 utilidades?
A criatividade
Meu sonho de consumo é…
Um local de trabalho com diversas áreas, troca de saberes e espaço para cuidar de si e do outro.
Qual foi o melhor espetáculo da minha vida?
Publicação do meu livro
Cartão-postal da Cidade…
Serra do Itapeti
O que falta na Cidade?
Áreas de lazer e acessibilidade
Qual é a química da vida?
O encontro e desencontro que acontecem, sempre somam e nos ensinam algo.
Deus me livre de..
Deixar de querer ir além, ver o futuro como algo estanque

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone