Parteira é presa por tentar pagar combustível com nota falsa - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           DESTAQUE

Parteira é presa por tentar pagar combustível com nota falsa

DESTAQUE, Policia

Parteira portava dez notas falsas. (Foto: Laércio Ribeiro)

Parteira portava dez notas falsas. (Foto: Laércio Ribeiro)

A ‘parteira’ Maria Vilma Soares Santos, de 61 anos, moradora em Osasco, não acreditou no final da tarde desta quinta-feira (1º), quando foi informada por um frentista, que era falsa a cédula de R$ 100,00 que lhe passou para pagar R$ 50,00 de combustível, no Autoposto Shell, na Avenida Narciso Yague Guimarães, no Bairro do Shangai. A Polícia Militar foi acionada e o cabo Ferreira e o pm Cristiano, da viatura 17.102, encontraram com a mulher mais 9 notas falsas. Na tentativa de escapar do crime, Maria alegou que “sou parteira e recebi pelo serviço de uma moça em Biritiba Mirim, assim que apliquei um remédio nos seu órgão genital para que pudesse abortar”.

A situação se complicou. Ela foi conduzida ao Distrito Central, em Mogi, onde foi apresentada ao escrivão Valdir Macedo e ao investigador Evandro, da equipe do delegado José Carlos dos Santos Alvarenga. Os procedimentos de Polícia Judiciária contra a acusada seriam adotados por policiais do turno da noite. “Eu vou ser presa ?”, indagava Maria, já com os olhos marejados.

Ao falar a O Diário, Maria lembrou que “já fui detida por esse mesmo problema. Não, não é por causa das notas, mas em razão de colocar remédio na vagina das mulheres, em Osasco”. Apesar de advertida pela Polícia, na época, Maria não parou com a sua ação criminosa.

Questionada sobre as notas falsas, ela retrucou: “Para mim, o dinheiro era bom.A moça garantiu que as 10 notas de R$ 100,00 foram dadas pelo namorado dela. Agora, é o seguinte: eu iria passar o dinheiro no posto sabendo que era falso ?”.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone