Parte dos ônibus de Mogi recebe rede de wi-fi gratuita

Tecnologia estará disponível em 26 coletivos de 18 linhas do transporte municipal. (Foto: Edson Martins)
Tecnologia estará disponível em 26 coletivos de 18 linhas do transporte municipal. (Foto: Edson Martins)

LARISSA RODRIGUES
Usar a tecnologia para facilitar e agilizar a vida dos mogianos é o objetivo principal do programa Conecta Mogi da Prefeitura Municipal. Na manhã de ontem foram lançados os aplicativos Fala Mogi – que funciona como a Ouvidoria digital – e o Semae Conecta. Além disso, foi apresentado o projeto Ônibus Digitais, que de início disponibilizará 26 coletivos com wi-fi gratuito, divididos em 18 linhas da Cidade.

Até anteontem, a Ouvidoria Municipal recebeu 12.450 solicitações. Deste total, 17,3% são relativas aos assuntos do Fala Mogi, sendo: 7,5% referentes a limpeza de terrenos particulares, 5,5% a tapa-buracos, 2,8% a limpeza de guias e sarjetas e 1,5% a limpeza de bocas de lobo, bueiros e galerias de águas pluviais. Estes são os assuntos disponíveis no aplicativo para que sejam feitas as reclamações ou denúncias.

A intenção é que a atividade seja ampliada, já que inicialmente foram incluídas as demandas com maior impacto para a população, segundo o prefeito Marcus Melo (PSDB). “A Ouvidoria começa com alguns serviços, estamos implementando um que tem demanda muito grande para facilitar essa solicitação às pessoas”, reiterou.

Já o aplicativo destinado ao Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) funciona como uma Agência Virtual, onde é possível retirar segunda via de contas, consultar débitos, históricos de consumo, além de solicitar a solução de problemas como vazamento de água e esgoto. Assim como na ferramenta da Ouvidoria, o mogiano pode enviar uma foto do local, facilitando a localização por meio do georreferenciamento.

Os programas poderão ser utilizados livremente dentro de alguns ônibus, já que 26 deles terão internet liberada. Até o final deste ano, outros 16 carros das empresas de transporte contarão com wi-fi, o equivalente a apenas 10,7% da frota. Em 2018, a intenção é de que este número suba para 82. Hoje, as 84 linhas municipais contam com 243 ônibus, que recebem cerca de 3,1 milhões de passageiros por mês.

“O wi-fi no ônibus é uma comodidade para os usuários, inclusive, para que as pessoas no seu deslocamento possam ter comunicação, porque quase todo mundo hoje tem acesso ao celular. Estamos começando com este número, mas queremos ampliar para toda a frota da Cidade”, falou Melo. O projeto corresponde à contrapartida da Princesa do Norte e da CS Brasil, empresas responsáveis pelo transporte coletivo de Mogi.

Para ter acesso ao serviço de wi-fi, basta o passageiro selecionar a rede em seu smartphone e acessá-lo. O programa Ônibus Digitais é mais uma etapa da modernização do sistema de transporte coletivo. Em abril, foi lançado o Mogi no Ponto, que permite saber o tempo para o ônibus chegar ao local de interesse.

Melo lembrou ainda que hoje a Cidade conta com quatro locais com internet gratuita, dentro do programa Praças Digitais. “Infelizmente, a Prefeitura não tem hoje condições financeiras para instalar o wi-fi em todas as praças, mas acredito que em breve conseguiremos contar com este serviço”, finalizou.

LINHAS QUE TERÃO SERVIÇO DE WI-FI

E103 – Jundiapeba

E104 – Jundiapeba

C106 – Vila Brasileira

E108 – Jardim Universo

E110 – Jardim Layr

E111 – Jardim Layr

E112 – Vila Cintra

C192 – Quatinga / Tomoki Hiramoto

C 201 – Jardim Ivete

C204 – Jardim Aeroporto III

C301 – Conjunto São Sebastião

E304 – Vila Rachel

E392 – Manoel Ferreira

E394 – Taiaçupeba

C403 – Jardim Camila

C701 – Jardim Maricá

C702 – Jardim Maricá

E896 – Jardim Piatã

Fonte: Secretaria Municipal de Transportes