Bombeiros confirmam 18 mortos em acidente na Mogi- Bertioga - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIDADES

Bombeiros confirmam 18 mortos em acidente na Mogi- Bertioga

Cidades

  • Ônibus transportava 35 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros. (Foto: Reprodução/ Whatsapp)
    Ônibus transportava 46 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros. (Foto: Reprodução/ Whatsapp)
  • Empresa é contratada desde 2010, para o transporte dos alunos. (Foto: Reprodução/Whatsapp)
    Empresa é contratada desde 2010, para o transporte dos alunos. (Foto: Reprodução/Whatsapp)
  • Ônibus transportava 46 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros. (Foto: Reprodução/ Whatsapp)
    Ônibus transportava 46 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros. (Foto: Reprodução/ Whatsapp)

DANILO SANS e NATAN LIRA

Pelo menos 18 pessoas morreram em um acidente com um ônibus, na noite desta quarta-feira (8), na altura do quilômetro 84 da Rodovia Mogi-Bertioga. O fretado, que transportava 45 estudantes de universidades e escola técnica de Mogi e o motorista, seguia no sentido Bertioga da via, quando perdeu o controle e bateu em um rochedo, na pista contrária – sentido Mogi das Cruzes, e capotou. Pelo menos 20 viaturas e 67 socorristas atendiam a ocorrência, por volta das 2h desta quinta-feira (9).

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagens (DER), a via foi liberada nos dois sentidos, por volta das 7h30.   O veículo fazia parte de um comboio de quatro ônibus que opera na linha 12, Mogi das Cruzes – São Sebastião, e pertencia a empresa União do Litoral.

As vítimas do acidente foram encaminhadas para hospitais de Boiçucanga, Guarujá, Bertioga e ao Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. O escrivão da Delegacia de Bertioga, responsável pelas investigações, informou que, até as 9h, apenas o corpo de uma estudante de psicologia, de 21 anos, da Universidade de Mogi das Cruzes, foi reconhecido. “Alguns corpos estão em estado crítico, e nem os próprios parentes conseguem identificar. Além disso, os documentos da maioria estava em bolsas e mochilas, que ficaram entre os destroços”, acrescenta.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone