No comando do ‘Laços de Amizade’ - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CADERNO A

No comando do ‘Laços de Amizade’

Caderno A, Circuito

Enxergar o câncer como uma segunda oportunidade de vida e não como uma sentença de morte foi a filosofia adotada pela mogiana Francesca Valenti desde dezembro de 2014, quando foi diagnosticada com a doença. Dentro do hospital, inclusive, que a assistente administrativa conheceu pessoas que começaram a fazer parte intensamente de seu círculo de amizades. Por lá também ela deu início ao projeto Laços de Amizade, quando começou ajudando pacientes do Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo – onde realizou seu tratamento – e, agora, leva apoio para pessoas de todo o Brasil, pelas redes sociais.
Foi em uma manhã de 2013 que a reviravolta na vida de Francesca começou. Um dia, ela acordou com um grande desconforto na mama direita e descobriu que estava com mastite, uma inflamação das glândulas mamárias. Ela chegou a fazer quatro intervenções cirúrgicas tentando resolver o problema e, quando estava sendo encaminhada para a quinta, começou a desconfiar que alguma outra coisa poderia estar acontecendo. Decidiu então que iria procurar outro médico. Nesta oportunidade descobriu que a mama esquerda tinha um tumor – que já estava com 5 centímetros quando o tratamento foi iniciado.
Além de decidir encarar a doença de frente, Francesca tomou outra decisão: nunca deixar a autoestima diminuir. Mesmo com os cabelos caindo – reflexo das 12 sessões de quimioterapia enfrentadas por ela em janeiro de 2015 – a mogiana continuou extremamente vaidosa. Nesta época, ela recebeu um convite para participar de um encontro com outras pacientes com câncer do Luzia. Ela aceitou e teve a ideia de levar ao local alguns lenços e também maquiagens, para que pudesse levar sua positividade para as outras mulheres que estariam lá. A arrecadação foi um sucesso e os lenços chegam na casa de Francesca até agora.
Alguns meses depois, em julho do ano passado, a assistente administrativa fez o processo de retirada das duas mamas e também a reconstrução das mesmas. Até o final do ano passou ainda por 30 sessões de radioterapia. Mas foi antes disso que o projeto de Francesca foi ganhando cada vez mais forma e recebeu um nome – o que aconteceu em março de 2015. Hoje, o “Laços de Amizade” já trabalhou diretamente com cerca de 60 pessoas. A página do Facebook (www.facebook.com/Laços-de-amizade) conta com mais de 3 mil curtidas e, por isso, a mogiana acaba tendo contato com diversos estados e os lenços já alcançaram pacientes de Salvador e Minas Gerais, por exemplo.
Alcançando um público cada vez maior, a filha de 8 anos, Sophia Valenti Reis, apoia a mãe como pode. A garota faz maquiagem nas mulheres do projeto e também as ajuda na amarração dos lenços. Mas o Laços de Amizade vai muito além disso. Quem participa vê uma chance de fazer novas amizades, de encontrar um apoio de pessoas que já superaram o problema e podem ainda dar como exemplo sua própria história.
O sonho da mogiana é poder elevar o projeto ao status de Organização Não Governamental (ONG). Atualmente sem um espaço físico para o “Laços de Amizade”, Francesca espera que isso possa acontecer em um futuro próximo. Entre os desejos, ela espera poder ter uma horta orgânica, para que as mulheres atendidas tenham mais uma distração e possam ainda contar com uma alimentação saudável.
Quando não está envolvida com o projeto, Francesca não deixa de aproveitar as coisas que a deixam feliz, como passear e passar um tempo com a mãe Irani da Costa Neves, com a filha Sophia e o namorado Rogério Blanco. (Larissa Rodrigues – Especial para O Diário)

  • Com a fotógrafa Mayne Rabello e integrantes do projeto
    af100123-2
  • Numa pose especial ao lado da filha Sophia
    af100123-1

Curto Circuito

Viver em Mogi é…
Ótimo
O melhor da cidade é…
Mogi das Cruzes
E o pior?
Falta de compaixão
Sinto saudade da…
Minha infância
Encontro paz de espírito…
Ajudando o próximo e desenvolvendo as atividades do projeto
Pra ver e ser visto…
o projeto Laços de Amizade
Meu prato preferido é…
Lasanha
Livro de cabeceira…
Bíblia
Peça campeã de uso do meu guarda-roupa?
Vestido
O que não tem preço?
Carinho das meninas do projeto
Uma boa pedida é…
Ir a praia
É proibido…
Ser infeliz
A melhor festa é…
As do projeto
Convite irrecusável…
Ir a praia
O que tem 1001 utilidades?
Celular
Meu sonho de consumo é…
O projeto se tornar uma ONG
Qual foi o melhor espetáculo da minha vida?
Ser mãe
Cartão-postal da cidade…
Pico do Urubu
O que falta na Cidade?
Espaço para lazer
Qual é a química da vida?
Ser feliz
Deus me livre de…
Não conseguir realizar meus sonhos

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone