No comando do espaço cultural - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CADERNO A

No comando do espaço cultural

Caderno A, Circuito

Dançar sempre esteve nos planos de Bruna Panegassi. A mogiana, formada em balé clássico pela Escola de Bailado Marcela Campos, entretanto, achou que teria de abandonar os palcos. Isso porque considerava não ter o porte físico necessário para ser uma bailarina profissional. Aconselhada por muitos conhecidos, pela sua desenvoltura ao se expressar, decidiu que faria um curso de teatro. Sempre apoiada pelos pais Osmar Panegassi e Eliana de Campos Ortiz, ela foi estudar no Teatro Escola Macunaíma. No mesmo ano em que se formou na arte cênica, em 2008, concluiu também a graduação em Comunicação das Artes do Corpo, na PUC-SP. Pouco antes, em 2007, fez um curso de dublagem, também na Capital.
Morando em São Paulo desde 2005, foi em 2009, logo que se formou, que Bruna voltou para Mogi das Cruzes. Para cá trouxe com ela um projeto do Macunaíma, para que pudesse ministrar aulas de teatro na Cidade. O núcleo mogiano acabou e Bruna voltou a trabalhar na Capital. Desta vez, porém, ela enfrentava o trânsito todos os dias. Durante todo este tempo ela pensava em transformar uma antiga casa da família em um centro de cultura. Da ideia nasceu o Espaço Cultural João de Miranda Ortiz (ECJMO), que em abril completa três anos de funcionamento.
A intenção de Bruna sempre foi trazer para Mogi um espaço diferente, que pudesse abrigar diversos segmentos culturais. No espaço ela pode ainda desempenhar as atividades que domina. Ela dá aulas de teatro e de dança, que também são ministradas por dois outros professores do local. As crianças e adultos podem aprender por lá o jazz, a dança de salão e a dança do ventre. Além disso, os frequentadores se deparam com um espaço bem grande e diferente, que abriga um pé de caqui, por exemplo.
O lugar, que é também administrado e coordenado por Bruna, é ainda uma grande ajuda aos grupos culturais que não possuem uma sede. Estes conjuntos têm a oportunidade de ensaiar no Espaço Cultural. Saraus, feiras de artesanato e apresentações de teatro e dança também acontecem por lá. O espaço pode também ser alugado para a realização de eventos.
Mesmo se dedicando bastante ao local, Bruna consegue ainda ser bailariana e atriz. Ela atua na Cia. Art Circus, de Fernanda Bergamin, e também faz algumas apresentações, como no ano passado, quando se apresentou pela Marcela Campos. Mãe de Daniel e Livia, e casada com Milton Medeiros, ela gosta de passar o tempo livre em casa com eles, e também com os sobrinhos. (Larissa Rodrigues – Especial para O Diário)

  • Com o marido Milton Medeiros e os filhos Daniel e Livia
    af080126 (1)
  • No trilho do trem, em Passa Quatro
    af080126 (3)
  • Atuando na peça “El baú Gitano”, da Cia. Radiophonica de Teatro
    af080126 (2)

Curto Circuito

Viver em Mogi é…
Comer pipoca com queijinho
O melhor da Cidade é…
A cultura que sobrevive
E o pior?
Os seres abandonados
Sinto saudade …
Dos cochilos no colo do meu avô.
Encontro paz de espírito…
Em um abraço apertado
Pra ver e ser visto…
Um pé de caqui
Meu prato preferido é…
Aquele que é preparado com amor
Livro de cabeceira…
“Um bonde chamado desejo”, Tennesse Willians
Peça campeã de uso do meu guarda-roupa?
Tudo o que é confortável
O que não tem preço?
O eu te amo dos meus filhos
Uma boa pedida é…
Uma boa conversa com os amigos sem hora para acabar
É proibido…
Julgar
A melhor festa é…
Aquela que posso dançar
Convite irrecusável…
Sair para jantar
O que tem 1001 utilidades?
Eu (rs)
Meu sonho de consumo é…
Viajar o mundo
Qual foi o melhor espetáculo da minha vida?
Todos aqueles que pude estar no palco
Cartão-postal da Cidade…
A vista que se tem da Mogi-Dutra da entrada da cidade a noite
O que falta na Cidade?
Falta maior apoio dos governantes aos grupos independentes de cultura
Qual é a química da vida?
O amor, ele move a vida.
Deus me livre de…
Não poder sorrir

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone