Náutico classifica duas no Circuito - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           ESPORTES

Náutico classifica duas no Circuito

Esportes

Maira Xavier e recordista Jaqueline Gonçalves exibem premiações após disputa no Ibirapuera / Foto: Eisner Soares

Maira Xavier e recordista Jaqueline Gonçalves exibem premiações após disputa no Ibirapuera / Foto: Eisner Soares

O Clube Náutico Mogiano/Smel já garantiu a classificação de duas paratletas para a fase nacional do Circuito Caixa Loterias, programadas para o segundo semestre deste ano, na Capital Paulista. Elas se garantiram após os ótimos resultados na etapa regional do evento, disputada no Complexo Esportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera – com organização e realização do Comitê Paralímpico Brasileiro – no mês passado. Na classe T37 e F37, Jaqueline Gonçalves de Oliveira se classificou com três medalhas de ouro nas provas dos 200 metros rasos, com direito a recorde, 100 metros rasos e no salto em distância. Além dela, Maira Xavier do Prado avançou na categoria F34 com duas medalhas de prata – arremesso de peso e lançamento de dardo – e uma de bronze no lançamento do disco.

Ex-corredora da prova dos 200 metrtos rasos, a técnica Maria de Lourdes da Rocha, a Lurdinha, não escondeu a emoção com os resultados de Jaqueline “Foi muito emocionante. Fiquei pasma e não acreditava com o resultado. Eu também corri esta prova. A emoção tomou conta e não tenho como descrever a sensação. E por milésimos ela não quebra o recorde na prova de 100 metros rasos”, comemorou a técnica do Náutico.

A equipe do Náutico ainda faturou mais seis medalhas. Carolina Noronha (F37) foi ouro nas provas de lançamento de dardo e de disco, enquanto Edmílson da Silva (F36), também obteve a primeira colocação nas duas competições.

Além deles, Washington P. da Silva (F42) foi prata no lançamento de dardo e bronze no lançamento de disco; Já Geraldo Benedito da Silva (F38) obteve bronze na prova dos 1.500 metros.

Lurdinha adorou os resultados, mas informa que ainda tem muito trabalho pela frente. “Temos que treinar mais e desenvolver muito a parte técnica. As provas de campo exigem muito um trabalho mais técnico dos materias de competição, como dardo, disco e peso”, analisou a treinadora do Náutico.

No atletismo, Messias Antonio Santiago (F11) – lançamento de disco e de dardo e arremesso de peso; Elber William Farias Nunes da Silva (F34) – lançamento de disco; Geraldo Benedito da Silva (F38) 400 metros rasos; e Washington Pereira da Silva (salto altura) não se classificaram, mas podem conquistar as vagas para a etapa nacional em provas ainda neste semestre.

Na mesma situação está o paratleta de natação Thiago Lopes Trindade, na classe S14, nas provas dos 100 metros nado peito, 200 metros nado livre e nos 100 metros nado costas.

O Circuito Caixa Loterias é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo e natação. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do País. (Gerson Lourenço)



Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone