Mulher acusa advogado de Mogi de violação sexual

LAÉRCIO RIBEIRO O delegado titular Alexandre Batalha registrou, na noite de desta segunda-feira (12), uma queixa de violação sexual mediante fraude registrada por uma mulher, de 49 anos, contra um advogado sexagenário, o qual não terá a identidade revelada porque ainda consta como averiguado no Boletim de Ocorrência elaborado no 3º DP, em César de Souza.

A vítima contou que ao constituí-lo para uma causa de usucapião, o advogado disse que ela estava tomada por um espírito. No escritório, em Mogi, teria “baixado o padre Richard” nele e ele começou a boliná-la.