Mogianos estreiam com vitória nas Paralimpíadas - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           ESPORTES

Mogianos estreiam com vitória nas Paralimpíadas

Esportes

Mogianos representam o Brasil na bocha adaptada. (foto: Francisco Medeiros/ Fotos Públicas)

Mogianos representam o Brasil na bocha adaptada. (foto: Francisco Medeiros/ Fotos Públicas)

Os paratletas mogianos de bocha adaptada estrearam com vitórias nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro. Na primeira disputa entre duplas mistas da categoria BC4, ocorrida no início da tarde de ontem, na Arena Carioca 2, válida pelo Grupo B, a dupla integrada pelo bicampeão paralímpico (China e Inglaterra), Dirceu José Pinto, de Mogi, e os pararanaenses Eliseu e Marcelo dos Santos, venceu o Canadá por 4 -3 (1-0, 1-0, 0-3, 2-0). Uma “bola mágica” decretou a primeira vitória do Brasil na classe BC4. O Brasil perdia por 3-2 e estava nas mãos de Marcelo a última bola da última parcial do jogo.Um lançamento perfeito afastou as bolas adversárias da bola branca, de referência, e virou o placar para o Brasil, 4 a 3.

“Foi no último momento, já estava acabando o tempo, com sete segundos. Só tinha uma única jogada a fazer, a gente preparou muito essa jogada e acabou dando certo”, disse Marcelo à Agência Brasil.

“Aquela bola do Marcelo, no finzinho, fazendo dois pontos e virando o jogo, foi a energia que a torcida estava passando para fazer aquele ponto. Foi espetacular o que a torcida fez aqui hoje”, disse Dirceu Pinto. É a primeira vez que ele vê uma torcida tão grande e barulhenta a seu favor no esporte e soube aproveitar.

Para deixar a vitória ainda mais marcante, ela aconteceu justamente no dia do aniversário de Dirceu e de Marcelo, que ontem completavam 44 e 36 anos, respectivamente.

Já a equipe dos mogianos Maciel Santos e Guilherme Germano Moraes, que teve ainda as participações de José Carlos Chagas e Lucas de Araújo, em partida válida pelo Grupo C da categoria B1-2, também conseguiu vencer a forte equipe de Honk Kong por 5-4 (1-0, 0-1, 0-2, 2-0, 2-0, 0-1).

Ainda ontem, os mogianos voltariam à Arena 2 para duas outras partidas. O time de Dirceu iria enfrentar a Tailândia, enquanto o de Maciel e Guilherme teria pela frente a Espanha.

Prata
A brasileira Alana Martins Maldonado, 21, foi derrotada pela mexicana Lenia Alvarez e ficou com a medalha de prata na Paraolimpíada do Rio.

Na categoria até 70 kg, Alana já tinha uma punição quando foi imobilizada pela adversária. Após a luta, a judoca brasileira chorou e foi abraçada pela torcida.



Ouro
Os 45,33m de voo do disco arremessado por Claudiney Batista, 37, deram ao brasileiro a medalha de ouro no lançamento de disco, classe F56. A medalha foi a terceira do Brasil no atletismo da Paraolimpíada do Rio de Janeiro. A marca foi alcançada logo na primeira rodada da prova e, além de garantir o ouro por antecipação, deu a Claudiney o recorde paraolímpico.

Ivete Sangalo
O comitê organizador dos Jogos Paraolímpicos Rio-2016 confirmou ontem que a cantora baiana Ivete Sangalo se apresentará no encerramento do evento, no Maracanã, mesmo local da cerimônia de abertura.

” Podemos confirmar Ivete Sangalo”, afirmou Mario Andrada, diretor de comunicação do comitê.
Ivete comentou em rede social sua presença na festa: ela considera uma oportunidade de unir duas de suas paixões, a música e o esporte.

A cerimônia de encerramento será no dia 18 (domingo), a partir das 19h30. Há ingressos disponíveis no site oficial da Paraolimpíada, com preços entre R$ 100 e R$ 1.000.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone