Mogi tem saldo negativo de empregos em outubro - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIDADES

Mogi tem saldo negativo de empregos em outubro

Cidades, Mogi das Cruzes

Cidade tinha mostrado reação ao desemprego em agosto e setembro.(Foto: Divulgação)

Cidade tinha mostrado reação ao desemprego em agosto e setembro.(Foto: Divulgação)

LUCAS MELONI
Depois de esboçar uma reação em agosto e setembro, Mogi das Cruzes voltou a demitir mais do que contratar em outubro, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência Social. De acordo com o levantamento, foram criados 2.418 empregos formais (com carteira assinada) e houve 3.027 demissões neste décimo mês do ano. Os maiores volumes de contratações – e demissões – ocorreram nos setores de comércio e serviços.

Os números do Caged foram divulgados há alguns dias e mostram um cenário, novamente, desanimador. Em agosto e em setembro, a Cidade havia conseguido superar com saldos positivos (mais contratações do que desligamentos). Isso depois de mais de seis meses com indicadores negativos.

O saldo negativo de outubro foi de 609 empregos formais encerrados. No mês de agosto, que apresentou retomada na recuperação, Mogi havia registrado 3.068 contratações e 3.031 demissões. Foram 2.709 vagas criadas contra 2.653 postos fechados em setembro.

A área que mais contratou e demitiu foi a de serviços, com 1.101 contratações e 1.557 dispensas. Em seguida vem a de comércio, com 641 admissões e 810 desligamentos. Há expectativas, ainda tímidas, de melhoras nos indicadores de novembro, por causa da Black Friday (ocorrida na última sexta-feira e uma data forte para as vendas) e dezembro, com a aproximação do Natal.

Em outubro do ano passado, a Cidade também apresentara números negativos. Foram 2.777 admissões e 3.135 demissões, um saldo negativo de 358 vagas.

No ano, de janeiro a outubro, foram 29.664 contratações e 31.872 dispensas, saldo em vermelho de 2.208. No acumulado de 12 meses, foram 38.175 dispensas e 35.323 admissões.

No geral
Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de outubro apontam que o mercado de trabalho perdeu 74.748 empregos com carteira assinada no período, número inferior ao registrado no mesmo mês de 2015, quando foram registradas 169.131 vagas a menos no país. Em relação ao mês anterior houve um recuo de 0,30% no estoque de empregos formais, que alcançou 38.941.234. Esse resultado originou-se de 1.104.431 admissões e de 1.179.179 desligamentos.

No mês, o setor de comércio apresentou saldo positivo 12.946 vagas de trabalho com carteira assinada, uma alta de 0,14% na comparação com o mês anterior. A recuperação do setor ocorreu principalmente pelo desempenho verificado nos ramos do comércio varejista (+9.578 postos) e atacadista (+2.918 postos). A Indústria de Transformação, porém, apresentou redução de vagas no período analisado (-5.562 postos).



NÚMEROS DO CAGED – OUTUBRO

Setores

Admissões /2015

Demissões/2015

Admissões/2016

Demissões/2016

Indústria de transformação

292

365



367

358

Construção civil

401

461

253

242

Comércio

797

811

641

810

Serviços

1.198

1.399

1.101

1.557

Agropecuária

73

80

45

46

FONTE: Ministério do Trabalho

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone