Mogi conhecerá o rival do playoff

Técnico Guerrinha orienta jogadores para manter intensidade do último jogo. (Foto: Antonio Penedo/ Mogi/Helbor)
Técnico Guerrinha orienta jogadores para manter intensidade do último jogo. (Foto: Antonio Penedo/ Mogi/Helbor)

GERSON LOURENÇO
O Mogi/Helbor vai conhecer nesta terça-feira (3) o seu adversário da segunda fase do Campeonato Paulista da Divisão Especial Masculina da Série A-1. Na atual posição entre os times, os mogianos devem enfrentar a Liga Sorocabana (sexto colocado com 18 pontos) no primeiro playoff do estadual, em melhor de três partidas. Tudo vai depender dos resultados da rodada de hoje, que apontarão os três primeiros colocados da etapa de classificação. O elenco do Alto Tietê vai realizar seu terceiro jogo seguido no Ginásio Municipal Hugo Ramos, no Mogilar, quando recebe, às 20 horas, o Pinheiros, já consolidado na quarta posição. A meta é manter a intensidade dos últimos compromissos

O time mogiano, dirigido pelo técnico Guerrinha, duela com Franca e Paulistano pela primeira colocação da primeira fase. Os rivais dividem a liderança com 24 pontos – campanhas de 11 vitórias e duas derrotas. O Mogi tem 23 pontos – 10 vitórias e três resultados negativos.

Para melhorar sua situação, o Mogi precisará vencer o Pinheiros e ainda torcer para que o Paulistano não derrote o Osasco, fora de casa, e Franca não passe pelo América em seus domínios.

Os líderes devem vencer os duelos contra os últimos colocados da primeira fase. O América é o penúltimo, com três vitórias e dez derrotas. Em 13 confrontos, o lanterna Osasco possui uma vitória.

Caso ocorra uma zebra, os mogianos assumem a vice-liderança desde que façam o dever de casa. Se a combinação de resultados der certo, o Mogi sobe uma posição e terá o América como rival no mata mata do estadual.

E no estilo “playoff”, o Mogi vai buscar sua terceira vitória consecutiva diante dos seus torcedores. A última se concretizou diante do Bauru, por 88 a 62 (47 a 34 no primeiro tempo), sábado passado. A primeira foi sobre Franca e hoje vem o Pinheiros. “O time jogou bem intenso nas últimas duas partidas, encaixou o jeito de jogar, que já tinha, e agora é dar continuidade”, analisou o técnico Jorge Guerra, o Guerrinha, após o duelo com os bauruenses.

O duelo de sábado foi o 37º entre Mogi e Bauru. Agora, em confrontos do Campeonato Paulista, Novo Basquete Brasil (NBB), Liga Sul-Americana e na Liga das Américas (LDA), são 23 resultados positivos para o Bauru – o Mogi venceu em 14 oportunidades.