Marido mata a mulher em condomínio de Mogi e é morto pela polícia - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIDADES

Marido mata a mulher em condomínio de Mogi e é morto pela polícia

Cidades, DESTAQUE, Policia

Crime aconteceu no estacionamento do condomínio. (Foto: Eisner Soares)

Crime aconteceu no estacionamento do condomínio. (Foto: Eisner Soares)

LAÉRCIO RIBEIRO
Querendo colocar um fim nas brigas entre o casal, um homem matou com quatro tiros, no peito, no começo da noite desta terça-feira (16), a sua ex-mulher. O crime foi praticado no estacionamento do Bloco A, no Condomínio Apoema, na Avenida Prefeito Maurílio de Souza Leite, no Parque Olímpico, em Braz Cubas. A Polícia ainda não havia divulgado o nome do casal à imprensa, às 21 horas. A situação do criminoso se agravou, pois depois de executar a ex-companheira, ele fugiu com a arma na mão, passando na portaria sem problemas. No Jardim Primavera, nas proximidades, perto de sua residência, ele teria avistado uma equipe, da Polícia Militar, e no confronto, foi baleado e morreu.

O caso ainda seria apresentado no 2º DP e como houve tiroteio com policiais, o local estava sendo preservado à noite para que a Polícia Científica, o Setor de Homicídios de Mogi e a Corregedoria da Polícia Militar realizassem levantamentos,

O assassino, segundo moradores que não quiseram se identificar, esteve no condomínio nesta segunda-feira. Os dois discutiram. Nesta terça, ele foi três vezes ao Apoema, mas a encontrou à noite ao lado do carro do filho, no estacionamento. “Ela carregava no colo o filhinho, de 2 anos, o colocou no chão. O ex-marido lhe deu uma ‘gravata’ com a mão esquerda, imobilizando-a. Em seguida, com a mão direita, encostou o revolver no peito dela e deu quatro tiros”, disse uma testemunha, assustada.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone