Justiça Fiscal, atalho para enfrentar a crise

Entre os planos a serem colocados em prática pelo prefeito Marcus Melo (PSDB) para enfrentar as dificuldades econômico-financeiras durante os primeiros 100 dias de sua administração está o Programa Justiça Fiscal, a ser anunciado por ele, nos próximos dias. A proposta consiste em intensificar a fiscalização para regularizar imóveis que foram ampliados sem que a Prefeitura Municipal tenha sido oficialmente informada sobre isso. Ou seja, o proprietário construiu, valorizou seu imóvel, mas o Município continua sem receber por esta valorização, já que o dono não regularizou a obra junto à Prefeitura. Esta, por sua vez, também falhou na fiscalização durante a execução dos trabalhos realizados. A ideia é aumentar a ação dos fiscais, buscando obter maior eficiência nos resultados, assim como buscar o apoio tecnológico para facilitar e dar maior precisão a tais ações. “A Prefeitura precisa acompanhar o crescimento da Cidade”, diz Melo, preocupado em cobrar o imposto de maneira justa daqueles que se encontram em desacordo com a legislação em vigor no Município. A ação fiscalizatória deverá alcançar, principalmente, obras realizadas em bairros valorizados da Cidade, mas chegará, certamente, às áreas mais distantes do Centro e, principalmente, à zona rural, onde os abusos ocorrem com maior frequência. A regularização dos imóveis será parte de uma série de medidas voltadas para aumentar arrecadação e reduzir despesas que estão sendo adotadas desde o início do atual mandato, devendo alcançar também atividades econômicas que são operadas na clandestinidade em toda a Cidade. Para isso, a Guarda Municipal também deverá ser acionada.

Década
Têm tudo para se transformar em megaevento religioso e musical as comemorações dos dez anos de ordenação presbiterial do padre cantor Alessandro Campos, marcadas para o próximo dia 27, a partir das 19h30, na Catedral de Santana. Caravanas de diversos estados são esperadas para a missa que deverá ser transmitida, ao vivo e simultaneamente, por duas redes católicas de televisão.

The book is…
O ex-prefeito Marco Bertaiolli (PSD) viajou com a família, na noite de quarta-feira, para os Estados Unidos, onde deverá permanecer durante um mês. Na Flórida, onde estará baseado, aproveitará o tempo para descansar e também para um curso rápido de inglês. De volta, em fevereiro, cuidará da montagem de seu escritório político, no Helbor Dual Patteo Mogilar, primeiro passo para a campanha de deputado.

Disputas
Os ex-candidatos a vereador, professor Claudio Betzler e o sindicalista Alexandre Almeida, são os mais cotados para a vaga do vereador Rodrigo Valverde no cargo de presidente do Diretório Municipal do PT de Mogi das Cruzes. O próprio Valverde – que aspira o comando regional do partido no Alto Tietê – está tentando uma aliança entre os dois para evitar disputa e divisões desnecessárias. O prazo para as inscrições de chapas no PT vai até o próximo dia 30. As escolhas acontecem em março.

Bom exemplo
Num encontro ocorrido no início desta semana, em São Paulo, o secretário mogiano de Saúde, Teo Cusatis (PSDB), recebeu de João Doria Júnior (PSDB) a informação de que a Prefeitura de São Paulo irá unificar os serviços do Samu, Bombeiros e Defesa Civil. Exatamente como ocorreu em Mogi das Cruzes, com a implantação da Central de Urgências, Remoções e Emergências (CURE), no Centro Cívico.

Cotidiano

TUCANOS  O secretário mogiano Teo Cusatis e o prefeito paulistano  João Doria: qualquer semelhança entre ambos é só mera coincidência. (Foto: Divulgação)
TUCANOS O secretário mogiano Teo Cusatis e o prefeito paulistano
João Doria: qualquer semelhança entre ambos é só mera coincidência. (Foto: Divulgação)

Frase
O maior problema do sistema penitenciário na questão do crime organizado é a corrupção.
Alexandre Moraes, ministro da Justiça, após as rebeliões e mortes, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo