Histórias da Bola - 28 de julho - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           ESPORTES

Histórias da Bola – 28 de julho

Esportes

ANDRÉ MARTINEZ 
O goleiro Waldir Peres de Arruda foi um dos mais emblemáticos arqueiros do futebol brasileiro em todos os tempos. Nascido em Garça, interior de São Paulo, no dia 2 de Janeiro de 1951, começou a sua carreira no futebol em 1969 defendendo a equipe juvenil do Garça, em sua terra natal. Rumou para a Ponte Preta em 1970, surgindo como grande revelação da meta brasileira. Mas foi em 1973, ano em que se transferiu para o São Paulo, que o goleiro definitivamente ganhou fama no cenário futebolístico nacional. No Morumbi, Waldir Peres permaneceu entre 1973 e 1984. No São Paulo o goleiro viveu o ápice de sua carreira, onde além de ter se consagrado como um grande arqueiro embaixo das traves, também notabilizou – se como grande pegador de pênaltis. Em 1975 conquistou o seu primeiro título com o time do Morumbi, o campeonato paulista. Na final contra a Portuguesa, decidida nos pênaltis, o São Paulo foi campeão com Waldir defendendo as cobranças de Dicá e Tata. Em 1977 nova conquista nos pênaltis, desta vez o campeonato brasileiro, onde o goleiro não defendeu nenhuma cobrança, porém “catimbou” tanto as cobranças de Joãozinho Paulista, Toninho Cerezzo e Márcio, do Atlético Mineiro, que deixou os adversários furiosos, a ponto de mandarem as suas cobranças para fora. No tricolor conquistaria ainda o bi campeonato paulista em 1980 e 81. Foi convocado pelo técnico Zagallo para defender a seleção no mundial da Alemanha Ocidental em 1974, em substituição a Wendel, contundido no joelho. Em 1978 na Copa da Argentina Waldir foi novamente convocado por Claudio Coutinho. Em 1982 na Copa da Espanha, sob o comando de Telê Santana, recebeu nova oportunidade, desta vez sendo titular da magnífica seleção canarinho que encantou o mundo. Na estréia da seleção na Copa contra a URSS, o goleiro acabou engolindo um memorável frango após um fraco e despretensioso chute de fora da área do meia russo Andrey Bal. Felizmente o Brasil venceu de virada por 3×1. Mesmo após o frango, Waldir foi mantido na equipe, realizando um bom mundial. A derrota por 3×2 para a Itália que resultou na desclassificação do Brasil foi a última partida do arqueiro na seleção brasileira. Após defender o São Paulo o atuou ainda pelo América RJ, Guarani, Corinthians, Portuguesa, Santa Cruz e Ponte Preta, onde encerrou a carreira em 1989. No Corinthians foi um dos grandes nomes do time vice-campeão paulista em 1987, no ano seguinte como reserva de Ronaldo foi campeão paulista. Após encerrar a carreira de jogador foi treinador de diversos clubes do interior de São Paulo e do Brasil, entre eles o União de Mogi das Cruzes. Faleceu no dia 23 de Julho de 2017 aos 66 anos após um almoço em família na cidade de Moji Mirim, vítima de um infarto fulminante.

algmartinez@bol.com.br
www.andremartinez.com.br

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone