Guerrinha busca alternativas para o Mogi - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           ESPORTES

Guerrinha busca alternativas para o Mogi

Esportes

A ideia do Guerrinha é reduzir o tempo de quadra dos principais jogadores do elenco. (Foto: Arquivo)

A ideia do Guerrinha é reduzir o tempo de quadra dos principais jogadores do elenco. (Foto: Arquivo)

Após a derrota para o Franca, na última sexta-feira, na estreia no Campeonato Paulista de basquete, o Mogi/Helbor voltou aos trabalhos ontem sem dois jogadores. O ala Jimmy e o ala-pivô Wesley Sena já se apresentaram à seleção brasileira, em Pindamonhangaba, para a disputa da Copa América, entre os dias 25 de agosto e 3 de setembro, na Colômbia, na Argentina e no Uruguai.

O técnico Guerrinha admite que não ter esses dois atletas neste início de temporada não é o ideal para a preparação da equipe. Ao mesmo tempo, porém, o treinador reconhece a importância das convocações e busca adaptar o elenco diante dessas duas ausências nas próximas semanas.

“Seria bom eles estarem aqui. Não para estar com o time completo, mas para desenvolver a equipe. Se fosse o Larry, o Tyrone ou o Shamell fora, seria melhor, porque eles já estão adaptados ao time. É só entrar e jogar. O Wesley precisava mais estar aqui, e o Jimmy também, para se firmar na posição que ele adquiriu na última temporada. Mas a gente trabalha os outros jogadores. Para treinar está ótimo, e para jogar a gente vai administrando”, disse Guerrinha.

No caso de Wesley, a ausência se torna ainda mais sentida porque, na teoria, ele é o substituto imediato de Caio Torres na função de pivô, e, neste começo de temporada, a ideia de Guerrinha é reduzir o tempo de quadra dos principais jogadores do elenco, entre eles Caio, pensando no restante da temporada.

“Para o garrafão, além do Caio, nós temos o Tyrone, o Fabrício e dois meninos, que são o Zé Carlos e o Victor. Lógico que esses dois ainda não estão preparados para jogar no nível do Paulista, mas já vão entrando, revezando, treinando. Taticamente, nós ainda podemos improvisar o Shamell e o Rafa na posição 4. Faz parte do Paulista. Por isso tem essas alternâncias de resultados. É um campeonato para você trabalhar o time”, avaliou o treinador.

Já sem Jimmy e Wesley Sena, o Mogi volta à quadra pelo Paulista na próxima quinta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Osasco, fora de casa. O primeiro jogo da equipe no Hugão será no domingo, às 16h, contra o América de São José do Rio Preto.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone