Feijão busca posições em Campinas

GERSON LOURENÇO O challenger de Campinas poderá ser um “divisor de águas” para o tenista mogiano João Olavo de Souza. O brasileiro precisa de bons resultados no torneio de saibro disputado na Sociedade Hípica da cidade do interior de São Paulo para voltar a galgar pontos e posições no ranking mundial da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). Ele estreia hoje, por volta das 20 horas e se a chuva permitir, contra o chileno Gonzalo Lama, que ocupa a posição de número 509 do planeta e entrou na chave principal por intermédio do qualificatório.

Assim, Feijão entra na quadra hoje com total favoritismo sobre o rival. Além de ter a torcida ao seu lado, o brasileiro é o cabeça de chave número 7 da competição em Campinas, tem experiência e está bem melhor no ranking do que o rival.

Apesar de ter melhor ranking do que Lama, Feijão despencou 25 posições na classificação divulgada ontem pela ATP. Agora o mogiano ocupa a posição de número 242 e também caiu para a quinta colocação na lista entre os brasileiros.

Feijão foi superado pelo colega Guilherme Clezar, que também joga em Campinas e assumiu o quarto posto de melhor tenista do Brasil, com 238ª colocação. Na liderança segue Rogerinho Dutra, número 75 do ranking mundial.

Thomaz Bellucci, número 2 do Brasil despencou 17 posições e agora é o tenista na 92ª posição na ATP. E Thiago Monteiro subiu seis posições e agora aparece como o 120º colocado do planeta.