Eventos de arte popular agitam Mogi - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CADERNO A

Eventos de arte popular agitam Mogi

Caderno A, Caderno A - Capa

No sábado, a Cumbuca da Judite fará uma intervenção artística no Largo do Rosário como uma forma de preservação da cultura mambembe  / Foto: Divulgação

No sábado, a Cumbuca da Judite fará uma intervenção artística no Largo do Rosário como uma forma de preservação da cultura mambembe / Foto: Divulgação

A programação do IV Festival de Arte Popular do Alto Tietê chega ao fim neste final de semana. Com eventos acontecendo desde o começo do mês passado em seis cidades da Região, as atividades continuam hoje, até o sábado, em Mogi das Cruzes. Estão previstas exibições de documentários, shows, palestras, oficinas, além da tradicional Coroação do Rei do Congo. Todas as atrações são gratuitas.

Na noite desta quinta-feira, a partir das 20 horas, no Centro Cultural, serão exibidos os documentários “A Partida”, de Elias Mingoni, e “Entre Casas”, de Luden Viana. Além disso, acontece o lançamento de “Mestres das Tradições Populares do Alto Tietê”, uma realização da Casa do Congado, que enfoca os mestres de congada da região, mestre de xilogravura, mamulengo, maracatú, etc. O filme é um acervo importante para a Região, já que Mogi é a cidade que detém o maior Reinado de Congos do Estado de São Paulo, e a cidade que mais recebeu detentores de diversas práticas tradicionais.

Amanhã é a vez do Largo do Rosário receber o show de Fogo Corredor, de Taboão da Serra, às 17 horas. Às 18h30 quem se apresenta é a banda paulistana Cirilo Amém, seguida pelo músico Deo Miranda, sergipano, mas que reside em Mogi há oito anos, às 20 horas. Encerrando a programação estará no palco o grupo As Mercenárias, também da Capital, às 21h30.

No sábado, último dia de Festival, uma série de atividades acontecem, a começar pela Palestra Oficina com Mestre Nico, às 9 horas, na Escola de Artes AJPS. A programação estará simultaneamente no Largo do Rosário, com as tradições populares. A concentração para a Coroação do Rei do Congo começa às 8 horas. E é seguida pela saída do cortejo, escolha dos novos coroados, rituais das trocas de coroas e saudação aos novos coroados. A Coroação é um ritual que em Mogi ocorre sempre no sábado que antecede o dia 13 de maio. O reinado de congos do Município é composto por oito grupos tradicionais de Congada, Marujada e Moçambique.

Durante o restante do dia os eventos acontecem no Largo. A partir das 15 horas o público poderá conferir uma intervenção artística da Combuca da Judite, que é um projeto sociocultural que tem como objetivo oferecer uma modesta contribuição para a preservação da cultura mambembe no Brasil, levando: Arte, Cultura e Diversão para diversas regiões.

A programação é finalizada com as apresentações da banda Oriki, às 17 horas, Big Charles and The Litle Big Band, às 18h30, o Grupo Sendero, às 20 horas, e Sapopemba, com início às 21h30.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone