Entrada dos Palmitos reduz trajeto

A Entrada dos Palmitos, um dos momentos mais aguardados da Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes e que ocorrerá neste sábado, ganhará novo percurso neste ano. O cortejo, que normalmente passaria pela Rua José Bonifácio, no Centro, excluirá essa via devido ao novo layout que a área em frente à Catedral de Santana ganhou com o projeto de revitalização. Agora, o entorno da igreja conta com a Praça Monsenhor Roque Pinto de Barros, em frente ao Centro Cultural de Mogi das Cruzes.

O cortejo que percorre a Rua Ricardo Vilela, seguirá depois pela Rua Dr. Deodato e ao chegar no Largo do Rosário, passa pela Dr. Paulo Frontin até a Catedral de Santana. O novo percurso já tem o aval da Secretaria Municipal de Transportes de Mogi das Cruzes, e foi discutido, ainda, com a Polícia Militar, que, ao lado da Guarda Municipal e do próprio Departamento de Trânsito, vai garantir a segurança do público.

O presidente da Associação Pró-Festa do Divino, Josmar Cassola Silva, explica que a medida se faz necessária porque foram colocados bastonetes na área em frente à Igreja, o que impossibilita que os participantes da Entrada dos Palmitos, inclusive os carros de boi, a virarem nessa via, localizada na esquina da Rua José Bonifácio com a Praça Coronel Almeida. “O novo projeto dessa área, após a sua revitalização não permite que se passe por ali. Então, a alternativa é passar pela Rua Dr. Paulo Frontin. Outra mudança se refere ao palco onde o bispo diocesano, o padre e demais autoridades ficam à espera do cortejo. Ele será montado na esquina da Catedral, e não mais na frente dela”, revela o presidente da Associação, lembrando que, assim como nos anos anteriores, haverá toda uma estrutura com gradil e cordas para garantir a segurança de todos. Josmar ressalta que a Polícia Militar estará presente, assim como a Guarda Municipal e agentes de Trânsito, durante todo o trajeto.
        
Expectativa de público

O diretor de Assuntos Culturais e Folclóricas da Associação Pró-Festa, Antônio Lúcio de Lima, estima que 45 mil pessoas assistam ao cortejo nas ruas da Cidade. “Cerca de duas mil pessoas irão atuar na organização do evento ao longo do seu cortejo, como apoiadores”, revela Antônio Lúcio.

A Entrada dos Palmitos percorre as ruas da Cidade reunindo grupos folclóricos (congadas, marujadas e moçambique), festeiros, capitães de mastro, grupos de alunos, carros de boi enfeitados com flores, plantas e produtos agrícolas, charretes, carroças, cavaleiros e, claro, os fiéis, apresentando suas tradições em agradecimento à boa colheita.

Participam cavaleiros e muladeiros, carros de bois, escolas, entidades e associações.
A concentração dos participantes começa às 7h30, em frente à Capela de Santa Cruz, na Rua Dr. Ricardo Vilela, na altura do nº 1.200, de onde os fiéis seguem em cortejo. Após, é servido gratuitamente o “Afogado do Povo”, na quermesse da Festa do Divino Espírito Santo, instalada no Centro Municipal Integrado (CMI) “Deputado Maurício Nagib Najar”, no Mogilar.

pablodiario

Deixe seu comentário