Ele é barbeiro, músico e empresário - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIRCUITO

Ele é barbeiro, músico e empresário

Circuito

Baterista da Banda Colettive.Rogério Martins quer profissionalizar o grupo. (Foto: Eisner Soares)

Baterista da Banda Colettive.Rogério Martins quer profissionalizar o grupo. (Foto: Eisner Soares)

Multifunções. Assim pode ser definido Rogério Martins. Curso técnico foram quatro: ele se formou em Patologia Clínica, Nutrição, Química e Edificações. A música, uma de suas paixões, nunca foi, entretanto, deixada de lado. Há dez anos ele é baterista da Colettive, que lançou o CD “Reações Adversas” na última semana. Agora, aos 35 anos, mesmo com a intenção de profissionalizar a banda, Rogério exerce ainda outros ofícios. Ao lado do amigo Fabricio Cruz, o Bozer, ele comanda a marca de roupas Boozone, além de ser proprietário e barbeiro na Boozone Social Clube.

Ainda bem novo, com aproximadamente 13 anos, Rogério começou a cortar o cabelo de amigos e vizinhos. Nunca viu aquilo como profissão, mas foi 2015 que ele pensou em retomar a função. O incentivo veio do irmão cabeleireiro Marcos Antônio Martins, que, na época, estava montando um salão em Mogi das Cruzes. Por aqui, Rogério fez um curso para se atualizar e já começou a trabalhar como barbeiro na Boozone, que abriu em 2016.

O espaço surgiu quando, ao se juntar com Bozer para repensar o projeto dos vestuários criados por eles, Rogério definiu que seria necessária uma loja física. Decidiram, então, unificar tudo em um mesmo espaço. Além de barbearia, o local é também onde eles vendem as roupas, além de ser o estúdio de Bozer, que é tatuador. Mais que isso, Rogério conta que acabou se tornando um ambiente de convívio, onde muitos amigos se encontram apenas para conversar. O local conta também com a venda de algumas bebidas.

O sucesso das roupas ainda surpreende o barbeiro. Ele conta que, se antes via apenas os amigos usando, hoje encontra pessoas na rua que ele não conhece vestindo as peças da Boozone. No último ano, a marca passou por uma reestruturação e, por isso, agora, eles estão indo um pouco mais devagar. Criando poucas peças, sem abrir mão da qualidade e da exclusividade. Especializados em camisetas e acessórios, eles esperam para criar força novamente. Nas redes sociais, a marca conta hoje com quase 4 mil seguidores.

O CD recém-lançado da Colettive foi um incentivo aos integrantes da banda. Mesmo com anos de formação, o grupo chegou a ficar por tempos parado, mas nunca chegou ao fim. Rogério explica que nem sempre estavam todos com a mesma dedicação à música, mas que agora estão empenhados juntos. Por isso, com o disco em mãos, eles pretendem agora levar as músicas autorais – que podem ser classificadas como rock alternativo – para o maior número de pessoas possível. Para isso, devem tocar aonde surgir uma oportunidade, além de se dedicar ainda mais à divulgação nas redes sociais.

Há 12 anos ao lado de Patricia Bartoco, os dois são pais dos pequenos João, Laura e Isabela. Quando não está trabalhando, Rogério não dispensa estar com a família em meio à natureza. (Larissa Rodrigues especial para O Diário)

Curto-Circuito
Viver em Mogi é… Desfrutar de uma geografia maravilhosamente estratégica

O melhor da Cidade é… A natureza abundante em seu entorno



E o pior? O crescimento urbano desordenado e todas suas mazelas.

Sinto saudade da… Minha Infância

Encontro paz de espírito… Estando em contato com a natureza

Meu prato preferido é… Qualquer um livre de crueldade animal (Vegan)

Livro de cabeceira… Estranho Misterioso (Mark Twain)

Peça campeã de uso do meu guarda-roupa? Kkkkk, boné da Boozone

O que não tem preço? Honestidade

Uma boa pedida é… Bate-papo com os amigos

É proibido… Proibir



A melhor festa é… Com música, família e amigos

Convite irrecusável… Viajar (embora tenhamos que recusar várias vezes… rs)

O que tem 1001 utilidades? Acho que Eu, cada hora me vejo executando um ofício novo..kkk

Meu sonho de consumo é… Fazer uma turnê, pelo Brasil inteiro, com minha banda

Qual foi o melhor espetáculo da minha vida? Nascimento dos Meus Filhos (eternamente Grato a Patrícia por me presentear com isso)

Cartão-postal da Cidade… Serra do Itapety

O que falta na Cidade? Conscientização, de uma fora geral.

Qual é a química da vida? Suor, Sangue e “Beat”

Deus me livre de… Gente Intolerante

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone