Conselhos para preservar melhor o meio ambiente - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           INFORMAçãO

Conselhos para preservar melhor o meio ambiente

Informação

Ao contrário do que mostrou um levantamento efetuado pela ONG SOS Mata Atlântica, Mogi das Cruzes não possui somente 15 mil hectares de áreas de Mata Atlântica atualmente preservadas. Segundo balanço mais detalhado, realizado pela Universidade de Mogi das Cruzes, a Cidade conta atualmente com 23 mil hectares desse tipo de vegetação em fase inicial, além dos demais espaços já consolidados. Tal informação foi divulgada, ontem, pelo pesquisador e professor da UMC, Ricardo Sartorello, durante painel apresentado durante encontro no Teatro Municipal, que deu a partida para a revisão do Plano Diretor da Cidade. Ele creditou os números apresentados a uma pesquisa feita a partir de imagens de satélites muito mais detalhadas que aquelas utilizadas pela SOS, que permitiram incluir no levantamento até mesmo os pequenos fragmentos de Mata Atlântida encontrados, de maneira esparsa, em diferentes pontos do território mogiano. Mas a boa notícia veio acompanhada de uma séria advertência: tais fragmentos de mata estão em perigo e correm o risco de desaparecer, se não houver uma preocupação maior das autoridades e, principalmente, da comunidade – por meio do Plano Diretor – de bloquear o desmatamento que vem ocorrendo, especialmente por conta da especulação imobiliária. O especialista na área do meio ambiente defendeu que as futuras regras para o crescimento da Cidade levem também em conta a necessidade da existência de conectividade entre as duas maiores áreas verdes localizadas ao Norte (Serra do Itapeti) e ao Sul (Serra do Mar, proximidades da Mogi-Bertioga) do Município, para facilitar o trânsito de espécies animais existentes em grande quantidade nesses dois polos. Sem isso, os grupos de animais e aves passam a se cruzar entre si, o que resulta em problemas genéticos que podem levar até à morte. Sartorello citou um levantamento que mostra a existência na Serra do Itapeti de cerca de 300 espécies de aves, “número muito maior que em toda a Europa”, para alertar sobre a ocupação progressiva e desordenada de áreas próximas daquela reserva. Ele garante que sua ideia não é frear o desenvolvimento, mas buscar alternativas para impedir que tal situação se agrave com o passar do tempo. Após mostrar semelhanças ambientais entre os territórios mogiano e paulistano, o professor defendeu atenção para que Mogi não cometa os mesmos erros da Capital. Ele propôs ainda que o Plano Diretor privilegie uma política de maior arborização para a Cidade, especialmente junto à área central, mais carente de verde, podendo, inclusive destinar vagas de estacionamento controlado, a Zona Azul, para o plantio de árvores. Segundo Sartorello, o Plano Diretor pode ser um instrumento decisivo para a Cidade ampliar o seu verde e, mais que isso, conservar e preservar o verde já existente.

Finalistas
As escolas estaduais Adelaide Maria de Barros, do Conjunto Toyama, e Professor Francisco de Souza Mello, do Botujuru, estão entre as 10 finalistas do concurso “Desafios Sustentáveis – Biomas do Estado de São Paulo”, realizado pela Secretaria da Educação com o Google e Microsoft. Os alunos da primeira escola desenvolveram o aplicativo “Attention Fire”, enquanto os da segunda, o “Eco Save”. A escolha dos melhores prosseguirá até o dia 20 próximo, no portal da Educação (www.educacao.sp.gov.br). Vale o apoio – e o voto – aos nossos estudantes.

No lucro
A JSL (antiga Julio Simões Logística) apresentou uma receita líquida consolidada, no terceiro trimestre deste ano, de R$ 1,9 bilhão, com um crescimento de 12,7% em relação a igual período do ano passado. Tal receita foi composta por R$ 1,4 bilhão de receita de serviços e R$ 505,9 milhões de receita com vendas de ativos. O lucro líquido nesses três meses foi de R$ 1,1 milhão. A empresa confirma sua visão de que “a diversificação de clientes, de serviços e setores da economia é o fundamento da resiliência das receitas e crescimento orgânico verificado nos últimos anos da companhia”.

Acessibilidade
O vereador Caio Cunha (PV) apresentou projeto de lei obrigando as agências bancárias de Mogi a ampliar a acessibilidade aos caixas eletrônicos e guichês de atendimento a pessoas de baixa estatura. Para isso, é estabelecida uma altura máxima de 1m30 a tais setores, que deverão prestar os mesmos serviços que os convencionais. “As cidades, muitas vezes, ainda não estão adaptadas a simples necessidades, gerando desnecessário constrangimento público a muitos que são obrigados a enfrentar diariamente ruas sem rampas para cadeirantes, botões de elevador fora do alcance, ou dificuldades para simples movimentação bancária”, disse Cunha.

Serra, Serra…
Mogianos do PSD que participavam de um encontro com Gilberto Kassab, em São Paulo, ouviram José Serra (PSDB) dar um bronca, ao viva-voz do telefone celular, em um prefeito que tentou lançá-lo como candidato a governador de São Paulo. “Sou candidato a presidente”, disse ele, com seu peculiar humor. Mas não é bem isso que pensa uma boa parte dos sociais democratas, que torce por uma dobradinha com Serra candidato a governador, tendo Kassab como seu vice.

Cotidiano

CUIDADOS  Bicicleta devidamente amarrada em estacionamento localizado na Rua Presidente Rodrigues Alves, no Calçadão da área central da Cidade. (Foto: Eisner Soares)

CUIDADOS Bicicleta devidamente amarrada em estacionamento localizado
na Rua Presidente Rodrigues Alves, no Calçadão da área central da Cidade. (Foto: Eisner Soares)

Frase
Toda paisagem é sempre uma herança.
Aziz Ab’Saber (1924-2012), geógrafo e professor universitário brasileiro, considerado referência em assuntos relacionados ao meio ambiente, citado ontem, a reunião do Plano Diretor

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone