Café Literário movimenta Centro Cultural de Mogi

NOVO ENDEREÇO  A reunião deste sábado está marcada para começar às 14 horas no primeiro andar do Centro Cultural, que será sede de outros nove encontros no decorrer do ano. (Foto: ELton Ishikawa)
NOVO ENDEREÇO A reunião deste sábado está marcada para começar às 14 horas no primeiro andar do Centro Cultural, que será sede de outros nove encontros no decorrer do ano. (Foto: ELton Ishikawa)

O Centro Cultural de Mogi das Cruzes recebe um novo programa mensal a partir deste sábado. Trata-se do Café Literário, um coletivo que nasceu em janeiro de 2016, com o objetivo de reunir amigos que apreciam um bom café em torno de obras literárias, cinematográficas e televisivas.

O grupo, que até então promovia seus encontros em outros espaços, iniciou as atividades no ambiente virtual, fazendo uso das tecnologias sociais para propor discussões, trocar informações, dicas e análises de diferentes obras. Depois expandiu suas ações para reuniões presenciais e mensais, com o objetivo de promover a troca e o compartilhamento de leituras de temas pré-estabelecidos.

Hoje são 25 membros, incluindo pessoas de outras cidades, como Matão e Itatiba, no interior do Estado de São Paulo e também locais mais distantes, como Fortaleza. A maioria dos integrantes, contudo, é de Mogi das Cruzes.

Para cada encontro, há uma leitura indicada. Nas duas primeiras reuniões já realizadas neste ano, foram debatidas as obras “Macbeth”, de William Shakespeare, e “O Vilarejo”, de Raphael Montes. Já neste sábado, que será a estreia dos encontros no Centro Cultural, o livro a ser discutido é “Sissi, a Imperatriz Solitária”.

A obra, assinada por Alisson Pataki, narra a história da imperatriz do império Austro-Húngaro, Elisabeth, conhecida e amada por seu povo como Sissi. De beleza sem igual e grande vaidade, foi uma mulher à frente de seu tempo e posição social, ao buscar viver intensamente seus amores e suas escolhas pouco convencionais. Até o final do ano estão programados outros nove encontros.

Todo encontro tem por objetivo discutir as obras literárias em suas diversas manifestações e suportes textuais, bem como propor análises interativas entre as obras, de acordo com o eixo temático norteador. Como resultado, os participantes ampliam suas respectivas bagagens culturais a partir do compartilhamento de ideias sobre livros, filmes, seriados de TV, além de exercitar a resenha literária.

O grupo incentiva o hábito da leitura e escrita crítica de textos verbais, não verbais e sincréticos e também a multiplicação de agentes leitores e da compreensão multicultural. Ele aplica e cria dinâmicas para integração dos diversos saberes e manifestações culturais, fazendo assim florescer a criatividade individual.

Futuro
Na lista de metas do coletivo, consta a criação de um grupo de leitores e multiplicadores da leitura para atuar em benefício de um movimento cultural de leitores de signos, símbolos e significados que possa atuar, principalmente, junto aos grupos minoritários e mais marginalizados do cenário sociocultural.

O coletivo também planeja fazer reverberar esse movimento de discussão de ideias, ideais, conceitos e valores na sociedade local, de modo a ampliar a visão da juventude acerca do uso das redes sociais como ferramenta de acesso e produção cultural, bem como formar novos subgrupos de discussão, estudo e ação cultural.

O encontro deste sábado acontecerá excepcionalmente às 14 horas. Já os demais serão a partir das 15 horas. Todas as reuniões do Café Literário têm entrada gratuita e são abertas a todos os interessados. Eles acontecerão no espaço Ilda Veri Lopes, no 1º andar do Centro Cultural de Mogi das Cruzes, onde está a cafeteria do local.