Bruna Ghosn - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           PLUGADO

Bruna Ghosn

Plugado

_De onde vem a sua vocação para o comércio?

Foto: Filipe Almeida

Foto: Filipe Almeida

Venho de uma família de comerciantes. O meu pai, Nelson Martinelli, atua no comércio há mais de 20 anos no ramo de máquinas de alta pressão, aspirador de pó e compressores para indústrias e para o cliente final, e desde pequena ajudava ele nas lojas. Posso dizer que a vida de empresária está no sangue. Após casar com Nader Nagib, essa vontade de empreender ficou ainda mais evidente, sendo ele um empresário bem-sucedido, dono de uma indústria de pães, a Massabor. É o meu melhor professor (risos). Me ajuda na parte financeira e burocrática e ainda, assuntos relacionados a funcionários, por exemplo.

_O que você já fez profissionalmente?

Antes de me tornar sócia-proprietária, com a Gisele Nagib, da doceria Bonequinha, tive loja de roupas infantis na Rua Santana em Mogi, a Mel Baby. Porém, sempre me identifiquei mais com a área alimentícia, afinal, venho de uma família italiana, que adora ir pra cozinha e se reunir para comer. Eu adoro cozinhar! Acabei unindo o útil ao agradável, fazendo aquilo que mais amo como minha profissão.

_Fale da sua rotina profissional.

A minha rotina na administração da doceria é ficar na supervisão geral de todos os produtos, inspecionando a qualidade de tudo. Coloco a mão na massa quando necessário, no atendimento ao cliente e no confeito dos bolos. Todos os dias penso que tenho que zelar pelo nome da empresa, e agradar cada vez mais os nossos clientes, que são fiéis há muitos anos.

_Quais os seus projetos profissionais?

Quero cada vez mais consagrar a minha marca para todo o Alto Tietê, até chegar no grande sonho de fazer da Bonequinha uma rede de franquias.



Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone