Batalhão da PM defende policiamento na Cidade - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete

           POLICIA

Batalhão da PM defende policiamento na Cidade

Policia

Em resposta aos questionamentos sobre os crimes cometidos nos últimos meses em postos de gasolina, o setor de Comunicação do 17º Batalhão de Polícia Militar defende o policiamento ostensivo e de preservação realizado em Mogi. Segundo a nota, além de policiais militares embarcados em viaturas, as estratégias de prevenção ao crime contam com os integrantes da Força Tática e da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas).

Funcionários de postos de gasolina, vítimas de ladrões que agem armados ou simulam estarem armados, trabalham apreensivos. Em reportagem publicada ontem, eles falam da audácia dos criminosos – alguns são flagrados mais de uma vez cometendo o mesmo delito num mesmo estabelecimento – e do medo de trabalhar em locais que, mesmo monitorados por câmeras, são vulneráveis pelas próprias características do segmento que funciona em ambientes abertos, onde qualquer pessoa tem acesso. Na sexta-feira, após cometerem dois roubos a postos, três jovens morreram num confronto com a Polícia e o quarto deles foi ferido e está internado.

Boa parte dos mais de 50 postos de gasolina de Mogi, identificados no site da Associação Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustí- veis (ANP), abre 24 horas.

A PM destaca a redução de 30% dos casos desse tipo de crime nos dois primeiros meses de janeiro e fevereiro de 2016 e deste ano. E lembra a detenção de dois infratores ocorrida em dezembro passado – a dupla era responsável por roubos consecutivos praticados na Cidade.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone