Congestionamento na Mogi-Bertioga isola bairros - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIDADES

Congestionamento na Mogi-Bertioga isola bairros

Cidades, DESTAQUE

A mudança é pedida para reduzir os impactos negativos da lentidão registrado desde o início dessa semana / Foto: Edson Martins

A mudança é pedida para reduzir os impactos negativos da lentidão registrado desde o início dessa semana / Foto: Edson Martins A mudança é pedida para reduzir os impactos negativos da lentidão registrado desde o início dessa semana / Foto: Edson Martins

 

SILVIA CHIMELLO

A rotina das pessoas que moram nos bairros atendidos pela Rodovia Mogi-Bertioga é a mesma em todos os feriados prolongados: atrasos nos horários de ônibus, congestionamentos quilométricos quando precisam vir para a Cidade e inconvenientes provocado pelo tráfego intenso de veículos que descem para o Litoral. Mas, nesse final de ano, o problema acentuou-se com uma mudança no comportamento dos usuários da estrada: a lentidão começou na segunda-feira. Hoje, a Polícia Rodoviária prevê um aumento no número de carros.
A Prefeitura tenta contornar a situação com rotas alternativas de ônibus. A Câmara pretende interferir nessa questão. O vereador Clodoaldo Aparecido Moraes (PR), morador daquela região, planeja discutir outras propostas com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Polícia Rodoviária, a partir de fevereiro, depois do recesso parlamentar.
A intenção é convidar os deputados estaduais do Alto Tietê e vários órgãos envolvidos, para participar de “uma mesa redonda” sobre o tema. “Uma das sugestões que podemos discutir é a realização de operação descida em horários de maior pico para reduzir os congestionamentos”, afirma.
A dona de casa Lucidalva Barbosa da Silva, residente em Biritiba Ussú, disse que tem que se planejar para vir até Mogi. “A gente se programa antes, inclusive para fazer compras, para não ter que ir até a Cidade nessa época”, explica. Ela defende a realização de operação descida com horário planejado.
O estudante Leonardo de Oliveira, que já estava no ponto há mais de meia hora por causa do atraso do ônibus da linha, estava cansado de esperar. “O percurso que normalmente é feito em, no máximo, 30 minutos, na segunda e na terça-feira estava demorando mais de 1h30”, conta.
O vendedor autônomo Orlando Henrique Aires Farias explica que nessa época, quem conhece bem a região, busca outros caminhos através de estradas vicinais. “Mas, mesmo assim os trajetos são complicados por causa da falta de conservação das estradas, que estão em péssimas condições de conservação”.

Rotas alternativas
Para amenizar os transtornos, a concessionária dos serviços atendeu a solicitação feita pela Secretaria Municipal de Transportes e alterou as rotas dos ônibus que passam pela Mogi-Bertioga. Assim, o trajeto alternativo para Taiaçupeba e Biritiba Ussu, além de localidades como Manoel Ferreira, Fazenda Pedra Branca e o Bairro São Sebastião passou a ser feito pela Estrada do Nagao.
Fazem parte desta programação as linhas E392 (Manoel Ferreira), E393 (Biritiba Ussú), E394 (Taiaçupeba), E395 (Taiaçupeba via Quatinga), E396 (Fazenda Pedra Branca) e E397 (Bairro do São Sebastião). A orientação aos passageiros nesses dias embarque no Terminal Estudantes ou nos pontos da região central.
Os ônibus que seguem pela Estrada do Nagao fazem o itinerário regular passando pelas ruas Princesa Isabel de Bragança (Praça da Bíblia) e Carmem Moura Santos (Rua da Apae). A partir da Dr. Deodato, o trajeto muda: os ônibus voltam para a Rua Ipiranga e continuam para as ruas Cardoso de Siqueira, Dr. Correa, Otto Unger, Cândido de Alvarenga, avenidas Narciso Yague Guimarães e Miguel Gemma e Rodovia Mogi-Salesópolis (SP-88) até a Estrada do Nagao. De lá, seguem para a Rodovia Mogi-Bertioga, saindo no trevo de Taiaçupeba.

Previsão
Hoje, a Mogi-Bertioga pode novamente registrar um extenso congestionamento: é o último dia de expediente de categorias como as dos bancários e servidores públicos. O tráfego pesado deve ocorrer durante todo o dia, segundo as expectativas das Polícia Rodoviária.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone