Após reportagem de O Diário, poços do Jardim Bandeiras são tapados - O Diário - Mogi das Cruzes , Suzano e Região do Alto Tiete
Fechar

           CIDADES

Após reportagem de O Diário, poços do Jardim Bandeiras são tapados

Cidades, QUADRO DESTAQUE

Funcionários da Prefeitura foram ao local e encheram os buracos com terra e entulho. (foto: Edson Martins)

Funcionários da Prefeitura foram ao local e encheram os buracos com terra e entulho. (foto: Edson Martins)

Após reportagem de O Diário alertando para os perigos de 11 poços abandonados em um terreno no Jardim das Bandeiras, no Distrito de César de Souza, a Prefeitura de Mogi das Cruzes realizou na operação para tampar os reservatórios. Na área, foi detectado risco de acidentes causado pelos buracos, que haviam sido perfurados por moradores que ocupavam o imóvel particular e permaneceram abertos após a desocupação.

Funcionários da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos utilizaram terra da própria área para tampar os poços, evitando assim riscos para o meio ambiente. Durante o trabalho, também foi usada uma retroescavadeira. Com o término da ação, haverá um cálculo sobre o valor gasto na operação, que será cobrado da empresa proprietária do terreno.

No final da última semana, o prefeito Marcus Melo (PSDB) determinou a realização dos serviços para eliminar os riscos de acidentes, principalmente envolvendo crianças. Para o planejamento das ações, técnicos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos fizeram uma vistoria no imóvel e verificaram as condições do terreno e o material mais indicado a ser utilizado no trabalho.

A área possui acesso pela Avenida Presidente Castello Branco e pela Rua Manoel Antonio de Almeida. Ela pertence a uma empresa com sede no Rio de Janeiro, que está sendo notificada sobre a situação pela Secretaria Municipal de Segurança. Paralelamente a isso, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve análises sobre as condições dos poços, verificando, inclusive, a possibilidade de existirem criadouros do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como a dengue, a chikungunya e a zika. A Procuradoria-Geral do Município também acompanha o caso.

A Prefeitura lembra ainda que a população pode auxiliar a Administração Municipal na fiscalização sobre as condições de terrenos na Cidade. Problemas de manutenção, limpeza ou casos de situações que representam risco à população, como o do imóvel localizado no Jardim das Bandeiras, podem ser informados junto à Ouvidoria Municipal, pelo telefone 156, ou para a Ciemp, pelo telefone 153.

Compartilhe nas redes sociais...Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone